Crônica: Paciência do tempo

1150796_10151822501797580_1385985806_n

Esse é uma réplica da casa de hobbit usando um bonsai que um inglês fez. Quando vi tal perfeição me deu cinco segundos de vontade de ter um igual, logo passou.

Sempre namorei os bonsais nos supermercados e nas floriculturas. Todos lindos, verdes e respirando natureza. com seus detalhes e detalhes, com muitos cuidados. Em sua maioria com paisagens agradáveis da vida real. Com tantos cuidados um leigo nunca sabe ao certo a idade de um bonsai. Apenas tem a certeza que gastou-se muito tempo para tal contemplação.

Com isso, penso que a maioria dos projetos de vida deveriam ser cuidados como um bonsai. No seu devido tempo, com planejamento e muito cuidado. Tendo sempre a certeza de que tudo será feito com extrema capacidade e tomando o tempo como aprendizado. Quando na realidade ele, o tempo, ensina mais que imaginamos. Vamos pensar no crescimento da planta, que podando-a  desde suas primeiras folhas e galhos, é manipulada para ser apreciada. Quem perderia seu tempo por algo que não fosse belo? Quem já ouviu a frase “você é a coisa mais linda da mamãe – ou papai” sabe muito bem do que falo.

Um projeto que todos deveriam experimentar é criar um bonsai. Pode parecer uma tarefa complexa, repleta de regras rígidas, que exige empenho em tempo integral do seu dono, mas isso não é verdade.

Certa vez escutei a frase: “Bonsais não exigem muito do seu tempo, só paciência.”  Essa é a questão, precisamos de tempo ou paciência? Creio que ambas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s