Sair ou não sair de dentro de nós. Eis a questão ou razão?

Depois de alguns anos, caso perceba que ainda é o mesmo, permanece na casa de seus pais, vivendo como eles, pode-se imaginar em dois cenários: sua vida é muito boa e quer manter os costumes e rotina ou, mesmo que não esteja plenamente feliz, falta certa coragem de mudar e está em um “loop” vicioso sem saber por onde sair. Qual desses cenários se encontra?

Talvez neste, como a cantora Elis Regina cantarolava: “Viver é melhor que sonhar”. Sabemos que a realidade nos impõe decisões e, de fato, com sabores e sensações mais reais, além do imaginário. Amar aquilo que se é e o que se faz na vida é necessário para sobreviver. Quantas vezes se imaginou em um futuro próximo e percebeu que ele já chegou?

Seguir os passos do passado, como os nossos pais, ou desbravar novos caminhos sempre será uma opção. O que aprendemos com cada palavra ou conselho de pessoas mais velhas e experientes poderia se tornar um caminho correto a se seguir? Vemos que não é tão simples assim. A trajetória, o percurso com seus entornos e pedras nunca serão os mesmos. Cada um tem o destino de vivenciar a dor dos passos, o sabor do suor e a alegria de cada vitória após cada derrota. Sim, derrotas são necessárias. Não que as tome como algo comum, mas que delas se encoraje para chegar ao seu sucesso.

Descubra sua paixão, o que lhe encanta ou o que lhe move. Pode inventar, pensar, imaginar ou tentar algo já feito. Mudar de bairro, cidade, estado ou de espírito. Sentir novos ares, ventos, pessoas, lugares nunca antes imaginados. Faça o que tiver que ser feito, mas faça! Nem sempre a dor de hoje é a mais forte da nossa vida. Precisamos fazer tudo para ser quem somos hoje. Senão, seremos os mesmos. Basta saber se queremos e viveremos como os nossos pais, como cantarolava Elis Regina. 

Por Henrique Braz Rossi
@henriquebrazrossi
Jornalista, publicitário, empreendedor, escritor, músico, escoteiro, esposo e pai de dois meninos.

Revisora: Diva Ferreira – divaferreira2011@gmail.com

1 comentário Adicione o seu

  1. José Henrique Rossi disse:

    Estamos em fase de testes para um novo mundo. Porém sem projetos de alicerce, apenas sonhos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s