Pensamentos sonoros

Ainda fico esperando a voz grossa e de profundo saber entrar pelas manhãs no meu rádio. Um bom amigo que ao ouvir refletíamos calados… porém debatíamos em prosa única. Onde ontem ecoava e hoje se silencia… Lembro-me da última gravação em minha caixa postal de minha saudosa mamãe que perdeu-se nos arquivos da operadora de…

Pensamentos de um tempo

“Parei no tempo sendo que ele mesmo já não é mais o mesmo. A morna e tenra reflexão se tornara ações adversas e conflitantes de um cotidiano plausível porém não audível internamente. Cada tempo com a sua paz e cada paz para um certo merecido tempo. Tudo se troca. Meu tempo pelo seu tempo. Qual…

Na dúvida, salte!

Quando me joguei de um avião pela primeira vez não queria ter asas, apenas muitos segundos para entender onde estava. Sentir o ar empurrando meu corpo não era nada comparado com o real tamanho que me vi ali e lá embaixo. Não era sonho, apesar de tantos voos sonhados. Não tinha asas, apesar de querê-las…

Pensamentos

No semblante noturno, onde nossa matéria se refugia, notamos a imensidão de possibilidades com seu brilho único mas sendo parte de um todo. Bela reflexão

Não reclame, agradeça!

Reclamar de tudo e de todos está se tornando um mau hábito para muitas pessoas. Rotineiramente reclamamos desde o despertar culpando o relógio, percorrendo os caminhos de ida e vinda pelo trânsito e transportes públicos abarrotados, o trabalho que sempre tem muita coisa pelo pouco que recebemos e até na hora do repouso pelo estresse…

Geração escrava de política de rede social

A triste geração que virou escrava de revoltas de uma política de rede social. Sem elencar lados, muito menos posições adversas, temos muito o que aprender sobre respeito com bom senso. Esses dias ouvi que agora muitas pessoas estão retornando aos seus grupos familiares no WhatsApp ou mesmo falando pessoalmente. Como assim? Pela estatística bairrista…

Pensamentos

“As vezes o silêncio faz parte de gritos contidos entremeados a bucólicos pensamentos de afazeres sem um tempo que nunca foi seu, porém acreditar é sua lida.” Henrique Braz Rossi

Profundos ecos livres

Transito entre murmúrios e busco meu silêncio raro que acalenta minhas inquietas preocupações. Faltam me dedos para enumerar os começos, meios e fins de prioridades a mim ou a outrem. Não sei ao certo o ponto de equilíbrio, apenas me balanço no tempo e aos ventos. Queria tocar e berrar, em uma cúpula ou na…

Livro – Perímetro Urbano

Lançamento do Livro Perímetro Urbano – Contos e Crônicas, de Henrique Braz Rossi Sinopse Neste livro percorro mundos em que a vivência é retratada por fases da minha e outras vidas e seus detalhes intrínsecos. Nem todos são completos ou complexos em sua total veracidade, mas as linhas permeiam e tratam de pessoas e fatos reais….

Crônica: Leitura em uma tarde de verão

Com a correria diária os momentos ditos calmos são os mais propícios para a tal “parada para leitura”. Vejo constantemente pessoas lendo em ônibus, metrô, em cafeterias e até mesmo em livrarias, espantoso. Algumas nem compram mas leem diversos livros de amigos, conhecidos e amigos dos conhecidos dos amigos…. ufa. O importante é ler. Com…

Crônica: Paciência do tempo

Esse é uma réplica da casa de hobbit usando um bonsai que um inglês fez. Quando vi tal perfeição me deu cinco segundos de vontade de ter um igual, logo passou. Sempre namorei os bonsais nos supermercados e nas floriculturas. Todos lindos, verdes e respirando natureza. com seus detalhes e detalhes, com muitos cuidados. Em sua…

Crônica: Combate de Gigantes

Quando tinha 18 anos achava que o mundo era grande demais, mas que deveria tentar entender tudo e todos, com certa dose de dúvida. Percorri por alguns meses diversas igrejas, templos, casas santas e outras que nem sei denominar. A busca era por algo que sabia que existia, mas não saberia como descrever suas facetas. Muitos…

Crônica: Penso logo me perco

O ato de pensar em tantas coisas, em tantos projetos, teses e ações, força nossa mente a se perder. Sim. Ela se perde com tantos dados e tentativas de soluções em relação ao tempo. Penso, logo me perco. É fato cotidiano em minha vida. Essa fase vai mudar, passar ou travar, sei lá. Tudo tem…

Crônica: Ovos com ou sem Páscoa

Consumismo “versus” valores do homem. Esse é o tema das datas festivas? Vamos analisar os fatos. Consumismo é o ato de consumir produtos e/ou serviços, indiscriminadamente, sem noção de que pode ser nocivo ou prejudicial para a nossa saúde ou para o ambiente. Outros aprofundam o tema dizendo que é uma doutrina de que um consumo crescente e…

Crônica: Wi-Fi subindo a Serra

Nada como subir a serra do litoral norte de São Paulo, pela Tamoios, em pleno ônibus com rede wi-fi. Realmente me surpreendi com tal fato. A empresa ressaltou em todos os bancos, paredes e espaços possíveis tal serviço “grátis”. Claro que tudo que é oferecido como gratuito tem seu custo embutido em alguma coisa, nesse…

Contos: Um dia no supermercado

Henrique Braz Rossi (2009) Os corredores daquele supermercado eram vias desconhecidas para ele. Tudo novidade! Nada passava em branco, todas as coisas observava atento. Quem o via, dizia: “Quem é esse maluco maltrapilho correndo afoito com esse carrinho vazio?” Pois é. Era mesmo um “mendigo”, morador de rua, maltrapilho ou algo parecido. Mas, tinha todo…

Contos: Festa é Festa

Henrique Braz Rossi (2011) Tem alguns amigos que, por incrível que pareça, fazem parte de outros círculos de amizades totalmente diferentes e quando percebemos, a rede de amizade é extensa. E, podemos passar por situações ou momentos deveras interessantes. Entrando no metrô, logo cedo, no cardume como todos, encontrei entre as sardinhas o velho Cadú,…

Contos: 2 Malas, 2 Minas e 1 Tornozelo

Henrique Braz Rossi (2009)   Meus olhos já não abriam mais, apenas suavemente deitavam e repousavam por alguns minutos. Meu descanso era quebrado por passos fortes, barulhos ou pessoas falando ao meu lado. Nunca pensei que um banco de rodoviária fosse tão confortável. Preocupado por estar só, mantinha minhas coisas sempre ao meu lado. Carregava…