Sair ou não sair de dentro de nós. Eis a questão ou razão?

Depois de alguns anos, caso perceba que ainda é o mesmo, permanece na casa de seus pais, vivendo como eles, pode-se imaginar em dois cenários: sua vida é muito boa e quer manter os costumes e rotina ou, mesmo que não esteja plenamente feliz, falta certa coragem de mudar e está em um “loop” vicioso…

Onde você estava ontem?

Quem se lembra o que fez ontem, o que comeu, vestiu, o que estava pensando ou? Imagina uma semana, meses ou anos?Pois bem. Quase ninguém tem memória de elefante ou com sinapses suficientes para tais armazenamentos de dados. Até pouco tempo, uma década talvez, as pessoas usavam agendas e calendários físicos para guardar datas importantes ou…

NUNCA ESTAREMOS SÓS

Há quem diga que estar sozinho ou acompanhado é uma questão de escolha. Algumas certas outras incertas, e todas indefinidas pelo tempo e vontades. No mundo digital isso sim é uma grande escolha. Estar ou não. Ser, participar, comentar, produzir, se mostrar ou apenas vigiar. Em todos os casos, você faz parte de um ecossistema,…

E-book “As minorias e o mundo digital Pós-COVID-19”

No dia 28 de abril, será o lançamento online do e-book “As minorias e o mundo digital Pós-COVID-19”, e eu estarei a partir das 19h em uma live com as gestoras do De Olho na Rede e idealizadoras do ebook falando sobre meu artigo. O De Olho na Rede reuniu de forma colaborativa escritores e…

COM LENÇO E SEM DOCUMENTO

Muitos não podem sair na rua sem um documento que comprove quem é. Alguns nem precisam, pois, por alguma fama, conseguem ser reconhecidos facilmente. Porém, muitos usam apenas um lenço no pescoço e sabem que carregam mais de 110 anos de valores e tradições. Falo dos escoteiros, que mesmo espalhados pelo mundo, são notoriamente dignos…

Onde você estava ontem?

Quem se lembra o que fez ontem, o que comeu, vestiu, o que estava pensando ou fazendo? Imagina uma semana, meses ou anos? Pois bem. Quase ninguém tem memória de elefante ou com sinapses suficientes para tais armazenamentos de dados.Até pouco tempo, uma década talvez, as pessoas usavam agendas e calendários físicos para guardar datas…

TRISTE DIA SEM FIM

Ontem acordei antes do fim do mundo. Percebi ao redor o apagar das consciências e o despertar de interrogações. A natureza retomou posse do tempo e espaço onde a humanidade perdeu-se por dentro. Pisquei os olhos e 365 dias se passaram. Não vi amigos, não senti o calor da fogueira da quermesse, meu saudoso casaco…

Ojeriza que te quero longe

Aquele sentimento de má vontade diário Aquela aversão a tudo e a todos Onde pode até ser uma antipatia pela intuição Talvez por uma percepção Um ressentimento com certa razão  O que fazer então? Mudar ou mudar-se Respirar o que lhe rodeia Entender o que lhe semeia Ao encontro do hoje perante ao que se passou…

E aí, aceita um pudim?

Não sou um colecionador, mas tenho três relógios de ponteiros, analógicos, e um relógio digital, tecnológico kkkkkk todos parados no tempo e parados em seu tempo, ou seja, sem bateria.Confesso que não sei ao certo quando esse caos ocorreu, todavia, como isso não me impactou nada me abalou. O tempo de ponteiros por sorte e…

Pensamentos sonoros

Ainda fico esperando a voz grossa e de profundo saber entrar pelas manhãs no meu rádio. Um bom amigo que ao ouvir refletíamos calados… porém debatíamos em prosa única. Onde ontem ecoava e hoje se silencia… Lembro-me da última gravação em minha caixa postal de minha saudosa mamãe que perdeu-se nos arquivos da operadora de…

Pensamentos de um tempo

“Parei no tempo sendo que ele mesmo já não é mais o mesmo. A morna e tenra reflexão se tornara ações adversas e conflitantes de um cotidiano plausível porém não audível internamente. Cada tempo com a sua paz e cada paz para um certo merecido tempo. Tudo se troca. Meu tempo pelo seu tempo. Qual…

Na dúvida, salte!

Quando me joguei de um avião pela primeira vez não queria ter asas, apenas muitos segundos para entender onde estava. Sentir o ar empurrando meu corpo não era nada comparado com o real tamanho que me vi ali e lá embaixo. Não era sonho, apesar de tantos voos sonhados. Não tinha asas, apesar de querê-las…

Pensamentos

No semblante noturno, onde nossa matéria se refugia, notamos a imensidão de possibilidades com seu brilho único mas sendo parte de um todo. Bela reflexão

Não reclame, agradeça!

Reclamar de tudo e de todos está se tornando um mau hábito para muitas pessoas. Rotineiramente reclamamos desde o despertar culpando o relógio, percorrendo os caminhos de ida e vinda pelo trânsito e transportes públicos abarrotados, o trabalho que sempre tem muita coisa pelo pouco que recebemos e até na hora do repouso pelo estresse…

Geração escrava de política de rede social

A triste geração que virou escrava de revoltas de uma política de rede social. Sem elencar lados, muito menos posições adversas, temos muito o que aprender sobre respeito com bom senso. Esses dias ouvi que agora muitas pessoas estão retornando aos seus grupos familiares no WhatsApp ou mesmo falando pessoalmente. Como assim? Pela estatística bairrista…

Pensamentos

“As vezes o silêncio faz parte de gritos contidos entremeados a bucólicos pensamentos de afazeres sem um tempo que nunca foi seu, porém acreditar é sua lida.” Henrique Braz Rossi

Profundos ecos livres

Transito entre murmúrios e busco meu silêncio raro que acalenta minhas inquietas preocupações. Faltam me dedos para enumerar os começos, meios e fins de prioridades a mim ou a outrem. Não sei ao certo o ponto de equilíbrio, apenas me balanço no tempo e aos ventos. Queria tocar e berrar, em uma cúpula ou na…